Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Podem contar com Noce

Hoje a Volta a Portugal dá descanso aos ciclistas do pelotão e é tempo de fazer um rescaldo das primeiras 6 etapas (mais prólogo).

Não há dúvidas do poderio da W52/FCPorto. Têm dominado a Volta a seu bel-prazer e, talvez por isso, seja de espantar que a vantagem não seja maior para os principais candidatos dos rivais.

Os portistas colocam neste momento três ciclistas no top 5 da classificação geral individual e só um super Rinaldo Nocentini (SPORTING / TAVIRA) e um insistente Vicente de Mateos (Louletano / Hospital de Loulé) têm furado o domínio total dos de azul-e-branco.

Raul Alarcón, com duas vitórias em etapas lidera a Volta, com o seu chefe-de-fila, Gustavo Veloso, neste momento em 5º lugar, a 39 segundos de distância.

 

O revés que representou a ausência de Joni Brandão desta Volta a Portugal foi agravado pelas múltiplas quedas de Frederico Figueiredo, que era suposto que fosse um dos suportes de Nocentini nos terrenos montanhosos. Alejandro Marque tem-se revelado com falta de pernas e, assim, Nocentini tem-se visto sozinho a lutar frente ao comboio dos portistas que, mesmo nas chegadas em alto, ataca o final das tiradas com três ou quatro ciclistas colocados na frente.

O terceiro lugar de ontem e a respectiva bonificação permitiu a Nocentini ir para o dia de descanso com um ligeiro ganho face ao líder da classificação geral, dando novo alento ao italiano e a nós, Sportinguistas.

"Noce" tem sido um verdadeiro leão a lutar entre dragões com chamas nas bicicletas e nem o incidente de anteontem, onde disse ter sido impedido por Raul Alarcón de disputar o sprint no final da etapa, o impediu de voltar a ir à luta pelos lugares de bonificação.

 

O que é certo é que, praticamente sozinho, o chefe-de-fila do Sporting / Tavira têm dado água pela barba aos azuis-e-brancos e, não fossem as bonificações, estaria agora a escassos 9 segundos da liderança da Volta.

Amanhã haverá nova chegada em alto e, na 2ª feira, após uma etapa que se espera mais tranquila, o pelotão enfrentará a subida à Torre (Serra da Estrela), seguida de mais três contagens de montanha, uma delas coincidente com a chegada, na Guarda.

 

Vamos,Noce! Força nas canetas!

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal