Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

"O falso lento": O mercado, os Aurélios e os putos

Dizem que o segundo álbum é sempre o mais complicado e confesso que a veia criativa estava difícil de encontrar. Os dois temas do momento são assuntos que nunca me entusiasmam.

 

Para falar da agremiação de carnide o que não falta por essa net fora são carnidenses. O escândalo é grave, mostra o quão inquinada está a competição e o porquê de se cantar entre Sportinguistas: “Cá estaremos, cá estaremos...”. Mas, lá está, para versar sobre isso há gente muito melhor posicionada que eu.

 

Resta-nos o mercado... Aqui admito que seja defeito meu mas a silly season é uma altura do ano que abomino. Não me entendam mal, gosto tanto de um brinquedo (leia-se jogador) novo como o próximo, mas não me deixo levar pelos 7619068 nomes que fazem capas de jornal por esse país fora. Novamente, vou deixar esse trabalho para o Mais Tabaco.

 

Posto isto, a realidade nua e crua do nosso Sporting é o que mais me interessa. E nesse capitulo já me arrojo a pensar que percebo um pouco mais do assunto pois o Sporting nunca está longe dos meus pensamentos.

Desde já, estão confirmadas algumas contratações. Não querendo entrar em avaliações individuais, no computo geral, acho que reforçámos o plantel mas o 11 titular não evoluiu. Nenhuma das contratações anunciadas até agora tem lugar garantido (Coentrão e Mathieu podem vir a mudar esta analise mas até haver bacalhau, não posso contar com isso).

 

A minha grande preocupação prende-se com saídas e separo isso em 2 sub-grupos:

 

Os Aurélios: Parece-me um dado garantido que 2/3 serão transferidos. Claro que o encaixe financeiro será avultado, até porque esta direcção tem estado inexcedível nesse capitulo, mas a perda desportiva pode fazer rombo. Em relação ao Adrien, penso que acautelamos muito bem essa posição com a chegada do Bruno Fernandes mas... substituir William com Bataglia? Gelson? Rui?

Não é tarefa fácil e espero que não se caia no erro de ir buscar 3 jogadores por posição na esperança de que um pegue.

 

Os canteranos: É aqui que está a minha maior ansiedade. Quantos/quais ficam? Se o Iuri se afigura como um valor que já não se pode ignorar e Podence parece ser do agrado do treinador, os restantes têm um futuro incerto. Independentemente do que pensa o casmurro do nosso treinador, Xico Geraldes, Matheus e Mané não precisam de nascer 10xs. O Xico (e também o Gauld apesar de não ser canterano) pode preencher varias vagas no plantel sem termos que abrir os cordoes à bolsa. Mané talvez seja prudente dar-lhe mais um ano na Alemanha onde tem evoluído a olhos vistos. Por fim o Matheus, apesar da inegável qualidade, parece-me que podia beneficiar de um empréstimo numa equipa que lute por lugares Europeus em Portugal.

 

Para concluir devo dizer que é apenas a minha visão. Alias, os relatos que tenho em relação à permanência destes miúdos não são os melhores e provavelmente daqui a algumas semanas estaremos aqui a discutir a saída da larga maioria. Espero que não...

 

Semanalmente, uma vez por mês ou quando lhe apetecer, o Barbosa 08 entra por aqui a dar chocolate

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

7 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal