Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

O "emagrecimento" do plantel: Francisco Geraldes

Depois de ontem ter começado por comparar a performance de Iuri Medeiros com os três extremos mais utilizados do plantel do Sporting (AQUI), seguimos hoje com Francisco Geraldes.

Francisco Geraldes.png

Quase nem valia a pena comparar as estatísticas de Chico Geraldes com as de Elias mas até é bom que se possa substanciar a "coisa". Claro que Elias tem muito menos utilização que Geraldes ou Adrien mas, mesmo assim, são dados muito pobres, os do brasileiro. Podia olhar o médio emprestado ao Moreirense como um médio ala, na linha daquilo que foi João Mário, mas acho que é muito mais jogador de zonas interiores do que de corredor.

Elias lidera o ranking de acerto no passe, sobretudo porque pouco arrisca. Um passe seguro tem sempre mais possibilidades de acerto. De todos, é também o que menos faltas faz, o que considero um dado negativo, visto que denota falta de intensidade defensiva, ainda mais numa equipa que, pelo risco com que joga, muitas vezes tem de recorrer à falta.

 

Se Geraldes cabia no plantel? Óbvio! Lidera todos os parâmetros ofensivos e perde por pouco para Adrien no plano defensivo. Dos três apresentados, Chico é o que mais remata, o que mais oportunidades cria, o que mais arrisca a finta e aquele que mais faltas sofre.

Adrien tem em média 4.5 acções defensivas por jogo, enquanto que Geraldes se fica pelas 3.5. Mesmo jogando menos e na maior parte das vezes vindo do banco, Elias fica-se pelas 0.9 por jogo.

 

Parece-me óbvio que, para além da análise subjectiva de quem vê os jogos e testemunha o potencial e qualidade de Chico Geraldes, os números comprovam o nível elevado a que joga.

No próximo post, veremos se os números de Ryan Gauld justificam aquilo que penso dele.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

6 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal