Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

O campeão bisou

O Sporting sagrou-se bi-campeão de futsal e solidificou a sua hegemonia na modalidade, totalizando agora 14 campeonatos nacionais, 6 deles nos últimos 8 anos.

Desde que o Benfica entrou na modalidade, em 2001, só agora o Sporting conseguiu ultrapassar o rival em número de títulos nacionais durante o período em coincidiram na modalidade (8 títulos para o Sporting, 7 para o Benfica e 1 para o Freixieiro).

 

Com a chegada de Nuno Dias o Sporting vive um período de hegemonia pelo qual não passava desde os primórdios da competição. São 4 campeonatos nacionais em 5 épocas e, no total, 13 títulos em 22 possíveis.

 

Esta foi a temporada mais longa de sempre, com um total de 53 jogos (o máximo anterior eram 50, em 2010/11). Na "era playoff" foi repetido o feito de 2005/06 e 2012/13, onde apenas perdemos um jogo a contar para o campeonato nacional, sendo que nessas duas épocas o Sporting teve uma carga de jogos muito inferior, disputando apenas duas competições (campeonato e taça de Portugal).

Tivemos também uma das maiores percentagens de vitórias desde que o campeonato contempla o playoff, apenas suplantada pela da temporada passada (por centésimas) e a de 2012/13.

 

João Matos foi o mais utilizado, participando em 47 dos 53 jogos da temporada.

Diego Cavinato voltou a ser o melhor marcador da fase regular e, este ano, não perdeu o título de melhor marcador do campeonato na fase a eliminar, onde voltou a ser o melhor marcador da equipa, mesmo sem ter marcado em nenhum dos 4 jogos da final. Abanou as redes por 47 vezes, mais 6 que no ano passado e, desta vez, com uma média superior a 1 golo por jogo (1.12).

Alex Merlim, o único dos nossos jogadores nomeado entre os melhores jogadores de futsal do Mundo, esteve este ano mais ao nível esperado nos jogos decisivos, onde marcou 6 golos nos 6 jogos entre a meia-final e a final (no ano passado tinha marcado apenas 2 nos 7 últimos jogos da nossa Liga).

 

Para além do campeonato, vencemos também a taça da Liga e fomos vice-campeões europeus (à terceira será de vez).

 

Ao Nuno Dias e a toda a sua equipa técnica, ao Miguel Albuquerque e restante estrutura directiva do futsal e principalmente aos jogadores, o meu muito obrigado!

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal