Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

2 de Dezembro de 1995, 4ª eliminatória da Taça de Portugal. Foi a única vez que o Sporting se deslocou a Chaves para jogar uma eliminatória da Taça de Portugal. O contexto era bem diferente do de hoje. O Sporting era segundo, a 5 pontos do Porto de Bobby Robson (só de pensar nisto, coro de raiva).

Ao intervalo o Sporting perdia 1-0, mas um bis de Paulo Alves em dois minutos virou o resultado à hora de jogo. Pedro Barbosa viria a dar outro conforto ao resultado e o Sporting acabaria na final do Jamor, após eliminar Boavista, Campomaiorense, Olhanense e Porto. No jogo decisivo, acabámos por não vencer o Benfica, num jogo marcado pelo incidente mais triste de sempre registado em estádios portugueses. Rui Mendes faleceu, vítima do arremesso de um very light, vindo dos adeptos do Benfica. O resultado era o menos importante.

 

Hoje, tal como nessa época, o Chaves poderá estar na caminhada rumo ao Jamor mas o contexto desportivo é-nos mais desfavorável que o da altura.

Vimos de jogos menos bem conseguidos, com resultados a condizer com o "cinzentismo" do futebol apresentado.

Só uma série de vitórias consecutivas poderá embalar a equipa para uma boa segunda metade da época e seria o ideal começar já hoje.

 

A maioria preferirá vencer confortavelmente. Eu tenho o coração bem treinado e aguento bem um 2-4, no prolongamento, com um hat-trick de Bas Dost e um penalti cobrado pelo Adrien (a ver se ele tira aquela cara de enterro).

Suspeito de uma inclusão de Palhinha no meio-campo, num 4-3-3 mais clássico. O resto, seria a equipa mais óbvia. Beto (embora ache que será Patrício a jogar), Esgaio, Coates, Paulo Oliveira, Jefferson, Palhinha, William, Adrien, Gelson, Bruno César e Bas Dost.

 

Ganhar mantêm a fezada que estaremos no Jamor e dará importante alento para a deslocação à Madeira.

SPOOOOOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal