Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Hoje joga o Sporting

11.png

 

Ficam os meus "quinhentos" de treinador de bancada e passo a explicar as opções.

 

- Patrício, Coates, Semedo, Wlliam, Gelson e Dost são indiscutíveis.

- João Pereira é melhor defesa que Schelotto. Não sobe tanto no terreno mas, com Gelson naquele flanco, não me parece determinante jogar com um ala em vez de um lateral que, ainda por cima, ataca razoavelmente. Além disso, a parelha Pereira/Gelson funciona melhor que a Schelotto/Gelson.

- Entre o que há para a esquerda, Marvin é o menos mau. A sua melhoria passa por rodeá-lo de opções que o protejam e exponham menos ao erro.

- Esgaio entraria no onze precisamente para ser a "muleta" de Marvin, que Bryan Ruiz não tem conseguido ser e que Elias não tem capacidade para amparar, dada a amplitude de movimentos exigida pelo modelo de Jesus.

- Elias mantinha-se assim no onze, com tarefas mais restritas e menos exigentes. Auxiliar William e chegar à frente, com a certeza que terá Esgaio como interior esquerdo, mais do que propriamente um ala.

- Bryan seria então o apoio de Bas Dost e o elo de ligação entre meio-campo e ataque. Menos focado em recuar atrás do meio campo, teria outra liberdade criativa, cansaria-se menos e ganharia lucidez que, por vezes, tem faltado.

 

Claro que tudo isto não dispensaria as dinâmicas habituais do modelo de jogo, onde as coberturas são extremamente importantes para a eficácia do processo defensivo e lançamento do ataque rápido e contra-ataque, em auxílio ao já habitual sistema de jogo que privilegia a posse. Acima de tudo, pede-se mais equilíbrio a um modelo que ainda tenta encaixar da melhor forma algumas peças.

 

Assim ou de qualquer outra forma, o importante é trazer os três pontos, de preferência com um ou mais golos de Bas Dost, que podem ser importantes para elevar a moral para Dortmund.

 

SPOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal