Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Grande Artista e Goleador

Glória no feminino!

É um campeonato pouco competitivo? Verdade.

Temos uma excelente equipa à qual demos condições de excelência? Verdade.

Foi fácil (como agora, a muitos, parece)? Mentira.

 

Digam-me uma equipa que consiga suplantar um rival que, até ao momento, conquistou 90% dos pontos em disputa, tem o melhor ataque e a melhor defesa do país e que, inclusive, tem jogadoras internacionais brasileiras ou espanholas (países bem mais cotados que Portugal no futebol feminino)?

 

Eu respondo. O Sporting Clube de Portugal fê-lo. Com um plantel composto apenas por jogadoras portuguesas, com uma equipa técnica excelente, liderada por um treinador muito experiente, secundadas por todo um staff que lhes deu condições de topo e uma massa adepta que bateu todos os recordes de apoio e promete não ficar por aqui.

 

Nós, adeptos, não ficaremos por aqui porque há Alvalade para encher para a semana e o Jamor para lotar no dia 4 de Junho. Sim, ouviram bem...é para meter 30 mil a apoiar quem merece em ambos os fins-de-semana. E ficarei frustrado se assim não for.

 

Voltando a quem verdadeiramente merece... Que época fantástica! 94% dos pontos conquistados até ao momento, zero derrotas, união à prova de bala, paixão desmedida e entrega total ao nosso símbolo, a nós.

Elas merecem tudo! Que nos envolvamos ainda mais, que sejamos mais a marcar presença, que façamos a elas o que lhes fazemos a eles. É tudo futebol e, mais importante, é tudo Sporting. Se enchemos estádios e pavilhões para ver os homens, porque não fazer o mesmo com elas? Logo elas (futebol, futsal, rugby...) que tão bem nos representam e que elevam ao mais alto patamar o nome do Sporting. A mentalidade está a mudar. Os Sportinguistas estão mais uma vez na vanguarda.

 

E, de repente, cheira mesmo a Champions. Seremos mais um clube a fazer-se representar na mais importante prova de clubes a nível europeu, no masculino e no feminino e nem imaginam o quanto isto me entusiasma. 

A Europa e o Mundo já ouviu falar das nossas leoas. Pela qualidade delas e pela multidão que conseguem movimentar em seu torno. O Sporting é um dos grandes da Europa e cá estaremos para alargar o leque de modalidades ou géneros em que nos faremos notar fora de portas.

 

A todo o staff directivo, ao Professor Nuno Cristóvão e restante equipa técnica e a vocês, "miúdas", o meu MUITO OBRIGADO!

Patrícia, Inês, Fontemanha, Marchão, Bruna, Catarina, Tânia, Matilde, Viegas, Tatiana, Fátima, Elsa, Nadine, Gouveia, Granja, Amélia, Bárbara, Filipa, Constança, Capeta, Solange, Borges e Diana (é assim que trato cada uma), vocês foram INEXCEDÍVEIS na entrega ao Sporting e a nós, adeptos. Mostraram que num ano é possível apaixonarem-se por um clube ou deixar que a paixão por ele mova montanhas.

Fizeram história porque não se contentaram em chegar ao melhor Clube do Mundo (eu ouvi, Fontemanha), mas sim se empenharam em fazer dele o melhor de Portugal na vossa modalidade e isso, para já, não é pouco. O céu é o limite!

Mais do que as palavras que nos possam dirigir agora (e é difícil exprimir sentimentos publicamente) fico com a serenidade da Solange, o fernesim da Marchão (já te disse que és a minha favorita?), a sagacidade da Diana, a velocidade da Ana Borges, a delícia que é o pézinho direito da Fontemanha (põe mesmo a bola onde quer, ó Marchão), a segurança da Patrícia (ter a Inês como colega de sector, ajuda) ou aquele eixo central de luxo (Matilde, Bruna, Fátima, Tatiana e Granja, é para vocês). Isto podia continuar, mas fico-me por aqui, não vão vocês ganhar "vaidade".

 

E vaidade é tudo o que não precisamos ter agora. Faltam dois jogos, duas finais (gostei de ver a Solange a manter o foco - o Fofó é mesmo para ganhar) e eu quero ver Alvalade (tenho a certeza que será lá) e o Jamor pintados de verde-e-branco.

 

Por fim, gostei de ouvir Nuno Cristóvão afirmar que, para o ano, as melhorias na estrutura continuarão, que o profissionalismo aumentará e que estarão reunidas as condições para fazer mais e melhor. Como? Ganhando tudo internamente e suplantando a melhor campanha de sempre de um clube português na Champions. Eu acredito!

 

Nota final (e sei que as meninas do futebol não vão levar a mal) para as leoas do rugby, que juntaram ao campeonato nacional de sevens, conquistado na semana passada, a Taça de Portugal, com uma recuperação épica na final onde, depois de terem estado a perder 0-19, deram a volta e venceram categoricamente por 36-19. Obrigado pelo presente oval e por tão bem representarem e dignificarem a nossa camisola!

 

O Mundo Leonino é das mulheres!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal