Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

Bas Dost é o mais eficaz dos principais campeonatos europeus

O título é elucidativo e dou por mim a pensar no que seria o rendimento do holandês com uma equipa a "carburar" como a de 2001/02, que "alimentou" a fome de golos de Super Mário Jardel.

 

Não faço ideia da quantidade de remates efectuados pelo brasileiro no ano do último título nacional do Sporting mas acredito que a eficácia não será certamente muito melhor que a de Bas Dost.

 

Sim, não é hiperbólico. Bas Dost é mesmo o goleador que menos remates precisa fazer para marcar um golo entre os 10 melhores marcadores das 6 principais ligas europeias (Espanha, Inglaterra, Alemanha, Itália, França e Portugal). 

 

Vamos ao que interessa...os números:

    Golos Remates Remates por golo

BAS DOST (SPORTING CP, POR) 24 63 2.63
Kylian Mbappe (Mónaco, FRA) 12 38 3.17
Alexandre Lacazette (Ol. Lyon, FRA) 23 74 3.22
Pablo Piatti (Espanyol, ESP) 9 30 3.33
Falcao (Mónaco, FRA) 16 54 3.38
Carlos Bacca (Milan, ITA) 12 42 3.50
Anthony Modeste (Colónia, ALE) 22 78 3.55
Harry Kane (Tottenham, ING) 19 69 3.63
Aubameyang (B. Dortmund, ALE) 23 84 3.65
10º Moussa Marega (Vitória SC, POR) 12 45 3.75

 

Na nossa Liga, já se percebeu que o mais eficaz a seguir a Bas Dost é Marega, que precisa de pouco mais de um remate que o holandês para fazer um golo.

A título de curiosidade, Mitroglou marca a cada 4.43 remates, Soares a cada 4.88, André Silva precisa de 5.93 remates para fazer abanar as redes e Jonas é o menos eficaz entre os avançados dos ditos "grandes" (6.50 remates por golo).

Para terminar a retrospectiva nacional, Welthon, ultimamente falado como possível reforço do Sporting, marca a cada 4.64 remates (ouviste, Acácio Santos! - bem melhor que a maioria dos atacantes dos rivais directos do Sporting).

 

Muitos deverão pensar onde estão muitos dos melhores avançados do Mundo. Pois, a maioria destes nem num top 20 entraria.

Dos que não constam no top 10, apenas Romelu Lukaku (Everton), Andrea Belotti (Torino), Iago Aspas (Celta) e Edinson Cavani (Paris SG) precisam de menos de 4 remates para fazer um golo.

A maior parte dos restantes goleadores anda entre os 4 e os 7 remates por golo mas Sergio Agüero (Man. City) e Zlatan Ibrahimovic (Man. United) ultrapassam mesmo os 7 remates a cada golo.

 

Como podemos ver, temos uma autêntica máquina goleadora em mãos e, embora seja certo que Bas Dost finalizará mais ocasiões no interior da área que a maioria dos restantes (que tentam também a sorte de fora da área), não podemos menosprezar a diferença que os números apresentam.

Apenas duas vezes Bas Dost tentou o remate de fora da grande área e até marcou um golo, pelo que nem a sua eficácia de longa distância é questionável. Em 63 remates, 11 são no interior da pequena área (8 golos) e 50 dentro da grande área (15 golos).

 

A chave do sucesso do Sporting, versão 2017/18, passará pela nossa capacidade de construir uma equipa e um plantel que saiba servir Bas Dost. A sua capacidade para finalizar justifica que, tal como em 2001/02, haja uma equipa preparada para servir o seu goleador com qualidade e o máximo número de vezes.

Dou por mim a imaginar o que fará Bas Dost com 6 ou 7 remates por jogo (neste momento faz, em média, 2.7 a cada jogo).

Têm a palavra Jorge Jesus e Bruno de Carvalho. A chave do sucesso do Sporting dependerá muito da forma como servirmos o "Trovão".

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal