Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Grande Artista e Goleador

As indicações deixadas no Torneio Internacional de Viseu

As expectativas dos Sportinguistas para esta época das nossas modalidades são elevadas mas arrisco dizer que a modalidade onde se espera o maior upgrade é o andebol.

A manutenção do treinador (que tem tudo a provar) e o reforço da equipa com jogadores escolhidos por ele aumentam sobre Zupo a responsabilidade de obter resultados, e foi com atenção que ontem vi a final do Torneio Internacional de Viseu (ou Torneio de São Mateus), frente ao Benfica.

 

Começando pelo que mais me impressionou, terei de destacar o nosso novo guarda-redes, Matej Asanin. Arrisco dizer que o croata vem para colocar em causa o estatuto intocável de Alfredo Quintana como melhor guarda-redes da Liga Fidelidade Andebol 1.

Asanin não é só enorme, no sentido literal do termo. Parece ter características técnicas e de leitura do adversário acima da média. Ontem foram 12 defesas em apenas 30 minutos em campo. Mas não foi só a quantidade de remates parados que me impressionou. Também a sua atitude, concentração e competitividade. Em jogadores que acabaram de chegar e ainda não têm noção da dimensão de um derby, sobressaem ainda mais as suas características mais fortes. Não quero com isto parecer injusto para com Cudic, que é também um excelente guarda-redes, e garante que a nossa baliza estará sempre bem guardada.

 

Todos os reforços mostraram ontem que vêm para somar e acrescentar à equipa qualidade individual e uma competitividade e atitude competitiva superior aos que estavam. Ofensivamente, destaco Janko Božović e os nossos já conhecidos Frankis Carol e João Pinto, pois garantem que a equipa terá sempre soluções para resolver de segunda linha aquilo que não for possível resolver na cara dos guarda-redes adversários.

Nas laterais, continuamos a contar com a qualidade e regularidade de  Pedro Solha e Pedro Portela, com a irreverência do nosso Francisco Tavares e a experiência e qualidade do reforço Ivan Nikcevic.

Mas, onde me parece que ganhamos mais, é na defesa, sobretudo na atitude emprestada ás acções defensivas. Igor Žabić e Michal Kopco são verdadeiros "bichos" e prometem luta a todos os pivots da Liga ou quem quer que se intrometa nas imediações da área leonina.

Depois, Carlos Ruesga. O espanhol é claramente um líder em campo e promete ser o cérebro de toda a nossa movimentação ofensiva, relegando provavelmente Carlos Carneiro para um papel secundário mas não menos importante, até por ser o capitão de equipa escolhido por Zupo para esta época. Esta escolha não caiu bem junto da maioria dos Sportinguistas, provavelmente pelo seu passado recente no rival de Lisboa mas Carneiro é um líder, foi-o em todas as equipas por onde passou (inclusive na selecção) e tenho a certeza que estará à altura da responsabilidade.

 

Termino destacando algo muito importante: a mentalidade, confiança e determinação dos reforços que, espero, contagiem os resistentes da época passada, várias vezes afectados no passado por bloqueios mentais em fases decisivas.

 

No final, ganhámos o torneio, o que só por sim não garante nada para a época que se avizinha. No ano passado também o havíamos ganho e acabámos a época a ver os outros a festejar todos os troféus. Para já, ficam excelentes indicações para esta temporada e a certeza que teremos mais um campeonato muito competitivo, desta vez voltando ao modelo antigo, sem playoff, e com uma segunda fase disputada entre os 6 primeiros da primeira fase.

 

Nota: Peço desculpa a algum expert da modalidade que se sinta "ofendido" pela análise de alguém menos identificado sobretudo com os aspectos técnico-tácticos da modalidade.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Blogs Portugal