Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Grande Artista e Goleador

Agenda Leonina

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Agenda 3.png

Sigam-me no facebook e no twitter.

Pré-época atípica para Nuno Dias

A equipa de futsal do Sporting já regressou aos treinos e, esta época, Nuno Dias deparou-se com um cenário atípico. Num grupo propositadamente extenso (o Sporting conta, este ano, com um plantel de 18 jogadores), o Sporting arrancará para a primeira competição oficial da temporada (Taça de Honra) com apenas 9 jogadores, dois dos quais guarda-redes.

 

A época começou com polémica fora do campo, com a alteração da penalização à utilização de jogadores formados localmente. O que antes era punido com uma multa, passará a ser punido com perda de pontos. Não há nenhuma alteração ao regulamento e, por isso, o Sporting preparou o plantel com o foco naquele que será o objectivo principal da temporada, a UEFA Futsal Cup, mesmo sabendo que não poderá utilizar todos os reforços nos jogos da Liga SportZone.

 

Voltando à pré-temporada, com João Matos, Pedro Cary, Djô, André Sousa, Anilton (Portugal), Merlim, Fortino (Itália), Léo (Cazaquistão) e Dieguinho (Brasil) no Mundial da Colômbia, a época começa com Marcão, Gonçalo Portugal, Caio Japa, Varela, Diogo, Deo, Paulinho e Cavinato. Agrupados com alguns dos juniores, serão estes que veremos hoje no já 'tradicional' torneio de Ansião, localidade onde habitualmente estagiamos na pré-época. No dia 28, o Sporting voltará a jogar novamente, desta vez com a Associação Granja Ulmeiro, às 16:00h, sem transmissão televisiva.

Assim sendo, os reforços chegarão apenas a uma ou duas semanas do jogo da Supertaça, marcada para o dia 9 de outubro, em local ainda a designar (as candidaturas podiam ser apresentadas até ao dia de ontem). Fica a curiosidade para o regresso de Deo, com a esperança que volte com a mesma capacidade que tinha quando, há dois anos, saiu para a Rússia.

 

Para a Taça de Honra teremos o aliciante de observar alguns juniores, sendo que Afonso partiu para a Luz, tendo tratado do processo com elevação, assumindo o desejo de representar o clube do seu coração e Ludgero se encontra sob alçada disciplinar, após ter assinado contrato com o Sporting e, posteriormente, com o Benfica. Na foto abaixo, não consigo identificar cada um dos juniores, mas é este o plantel com que contamos até ao final da Taça de Honra, a disputar entre 16 e 18 de setembro, com estreia diante da AMSAC.

No final, fica o desejo de atacarmos a época com 5 campeões do Mundo no plantel. Se não for possível, que tenhamos pelo menos um.

Hoje há jogo na Sporting TV.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Sporting no grupo F da Champions

Só falhei o Leverkusen, que foi trocado por outro alemão (Borussia Dortmund). Quase merecia um prémio. Grandes jogos em perspectiva e talvez ainda se vendam mais umas Gameboxes.

Segue o calendário completo:

14/09 Real Madrid (F)  
27/09 Legia(C)  
18/10 BVB (C)  
02/11 BVB (F)  
22/11 Real Madrid (C)
07/12 Legia (F)

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

É hoje, às 17 horas

UCL Potes.png

Finalmente estão definidas as 32 equipas que disputarão a fase de grupos da Liga dos Campeões e, sabendo-se já a respectiva distribuição pelos potes, podemos passar o dia a discutir quem queríamos ou quem achamos que nos vai calhar em sorte. Afinal, sempre é melhor que a tarefa de adivinhar quem sai e entra no plantel.

 

Vou mandar o meu bitaite...

O QUE EU QUERO: Leicester / Sevilha / SPORTING CP / Celtic

O QUE EU ACHO QUE SAI: Real Madrid / Leverkusen / SPORTING CP / Légia

 

Veremos mais logo se acertei alguma coisa. Deixem os vossos bitaites na caixa de comentários.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

A décima terá de esperar por Tóquio

"Um País Amador quer Medalhas Profissionais

Um país que está a anos luz das infraestruturas desportivas de outros países, quer medalhas olímpicas…

Um país que só pensa em futebol, quer medalhas olímpicas…

Um país que tirou horas à disciplina de educação física, quer medalhas olímpicas…

Um país que retirou a educação física da média para o ensino superior, quer medalhas olímpicas…

Um país que despreza a educação física no 1º ciclo, quer medalhas olímpicas…

Um país em que os principais eventos do desporto escolar encaixotam professores e alunos em salas de aula para dormir, quer medalhas olímpicas…

Um país onde os alunos têm cargas letivas brutais e para conciliarem a prática desportiva são obrigados a chegar a casa às 20, 21, 22 horas e ainda têm que ir estudar para o teste que aí vem, quer medalhas olímpicas…

Um país onde a maioria dos professores e pais não tem cultura desportiva, onde se marca aulas e testes em cima dos treinos do Desporto Escolar, quer medalhas olímpicas…

Um país que não gosta de desporto, gosta do “palco”, da festa, do sucesso, e prefere passar horas a discutir se foi ou não penalti, quer medalhas olímpicas…

Um país em que são os pais a suportar as despesas do sonho olímpico desde tenra idade, quer medalhas olímpicas…

Um país em que os seus atletas viajam em “low cost”, dormem nos aeroportos, são completos amadores, quer medalhas olímpicas…

Olhem para a Espanha, olhem para os Estados Unidos, olhem para Inglaterra, olhem para tantos outros e depois questionem-se se realmente queremos medalhas olímpicas…

Olímpicos, ignorem a ignorância e o ruído, sois o verdadeiro exemplo de amor à pátria e cada lágrima, cada gota de suor é cristalina, pura e honesta. Sois uns heróis e quem tem dois dedos de testa tem noção do que abdicaram para chegar onde chegaram. O meu/nosso muito obrigado!"

por Alexandre Henriques, em www.ComRegras.com

 

Aproveitei o texto do Alexandre Henriques para corroborar com a ideia de um país desfasado da realidade. Um país que, sem ter noção dos esforços e das condições disponíveis para se ser "Olimpico", pede medalhas sem saber se essa expectativa é realista. De seguida, farei o rescaldo da participação dos "Olimpicos" leoninos, e tentarei avaliar tendo em conta as expectativas que eu tinha e que acho que os próprios atletas achavam realistas.

 

Carlos Mané (211 minutos), Tobias Figueiredo (270) e Ricardo Esgaio (315) - Futebol

Portugal 2-0 Argentina
Portugal 2-1 Honduras (Tobias - GOLO)
Portugal 1-1 Argélia
Portugal 0-4 Alemanha

O trio de leões presentes no torneio olímpico de futebol fez o esperado. Passaram com mérito a fase de grupos e acabaram por cair com estrondo nos 1/4 final. Diria que, não sendo esperado cair com uma goleada, a eliminação face à Alemanha (medalha de prata na competição) não tem nada de anormal. 

 

Teófilo Gutiérrez (360 minutos) - Futebol

Colômbia 2-2 Suécia (Teo - GOLO)
Colômbia 2-2 Japão (Teo - GOLO)
Colômbia 2-0 Nigéria (Teo - GOLO)
Colômbia 0-2 Brasil 

Boa prestação de Teo Gutiérrez. 3 golos em 4 jogos e uma presença esperada nos 1/4 final, onde caiu aos pés do Brasil (medalha de ouro). 

 

João Costa - Tiro

PAC 10m - 11º
PAC 50m - 11º

João Costa teve uma prestação ao seu nível e dentro daquilo que são normalmente as suas prestações em Mundiais e Olimpíadas. Não atingiu as finais mas esteve muito perto de ambas.

 

Alexis Santos - Natação

400m estilos eliminatórias - 14º, com novo recorde nacional (4'15.84'')
200m estilos eliminatórias - 12º (1'59.37'')
200m estilos meias-finais - 12º (2'00.08'')

Alexis, como o próprio afirmou, teve uma estreia de sonho nos Jogos Olímpicos. Dois recordes pessoais (um deles fixando um novo mínimo nacional) são suficientes para perceber que se transcendeu e se apresentou na sua melhor forma de sempre, tendo atingido duas 1/2 finais.

 

Igor Mogne - Natação

100m livres eliminatórias - 45º, com novo recorde nacional de Moçambique (50.65'')

Com apenas 20 anos e em estreia nos Jogos, o Moçambicano estabeleceu um novo máximo nacional dos 100m livres e pode, também ele, orgulhar-se da sua prestação.

 

Pedro Pinotes - Natação

400m estilos - 25º (4'25.84'')

O nadador angolano falhou o objectivo de bater o recorde nacional do seu país. Na sua segunda participação olímpica, acredito que Pinotes quisesse fazer melhor, pois acabou por nadar um segundo abaixo do seu tempo de 2012 e do tempo com que se qualificou para o Rio

 

Taciana Lima - Judo

-48Kg - 9º

Apesar de experiente, a tri-campeã africana em -48Kg nunca tinha participado nas Olimpíadas. Perdeu ao primeiro combate, no ponto de ouro, por falso ataque, com uma das medalhadas de bronze. O combate poderia ter caído para qualquer dos lados e Taciana pode certamente estar orgulhosa da sua prestação.

 

Joana Ramos - Judo

-52Kg - 9º

Depois de em Londres não ter passado da 1ª ronda, conseguiu desta feita atingir o segundo combate. Venceu a ronda inaugural por ippon, a vantagem máxima do judo e perdeu no segundo combate, provando do veneno que havia dado à sua adversária no combate de abertura. Uma imobilização fez com perdesse por ippon a menos de um minuto do final do combate, onde muitas vezes esteve por cima. Depois do calvário de lesões que chegaram a deixá-la fora do projecto olímpico, arrisco dizer que a Joana esteve ao seu melhor nível e teve uma boa prestação, não sendo de ignorar o facto de ter "caído" frente à nº 5 mundial, uma judoca que só foi eliminada no combate pela medalha de bronze.

 

Sergiu Oleinic - Judo

-66Kg - 9º

Em estreia nos Jogos Olímpicos, Oleinic tinha ambição de chegar longe e provou o seu valor quando ao primeiro combate eliminou o nº4 mundial e um dos principais candidatos às medalhas. No segundo combate, frente a um adversário menos cotado, Sergiu dominou praticamente todo o combate, tendo mesmo estado a poucos segundos de conseguir um yuko (a terceira maior vantagem no judo). O jogo acabou por não se decidir nos 5 minutos e foi para o ponto de ouro, onde após uma tentativa de ataque imprudente, acabou projectado, perdendo por ippon. Dada a sua juventude, Oleinic esteve bem na sua estreia e esperam-se ainda melhores resultados em Tóquio 2020.

 

Jorge Fonseca - Judo

-100Kg - 17º

Também em ano de estreia, Jorge Fonseca entrou em grande nos Jogos. Eliminou o seu primeiro adversário por ippon em apenas 9 segundos e calhou-lhe em sorte o nº 5 mundial na eliminatória seguinte. Fonseca lutou com todas as suas forças para acabar com o combate na primeira metade do mesmo. Atacou, atacou, atacou, até que ficou exausto e demasiado exposto à maior frescura do checo, que venceu por waza-ari (a segunda maior vantagem do judo) nos minutos finais do combate, acabando depois por se sagrar campeão olímpico. No judo, a diferença entre um medalhado e um 9º classificado é, por vezes, nenhuma. Fonseca esteve muito bem e tem tudo para melhorar numa 2ª participação.

 

Gastão Elias - Ténis

2ª Eliminatória Singulares vs Thanasi Kokkinakis - 7-6 (7-4) e 7-6 (7-3)
3ª Eliminatória Singulares vs Steve Johnson - 3-6 e 4-6

1ª Eliminatória Pares vs Andrej Martin / Igor Zelenay - 6-4 e 6-2
2ª Eliminatória Pares vs Daniel Nestor / Vasek Pospisil - 1-6 e 4-6

Nunca o ténis nacional havia vencido uma partida nos Jogos Olímpicos. Gastão, por jogar antes de João Sousa, teve o privilégio de ser o primeiro a conseguí-lo. Uma vitória em singulares e outra em pares pode dizer-se que foi uma boa prestação, até porque foi eliminado por um adversário com melhor ranking.

 

Aruna Quadri - Ténis de Mesa

2ª Eliminatória Singulares vs Yang Wang - 4-1 (11-4; 7-11; 11-7; 11-9; 11-6)
3ª Eliminatória Singulares vs Chih-Yuan Chuang - 4-0 (11-6; 12-10; 11-6; 11-7)
4ª Eliminatória Singulares vs Timo Boll - 4-2 (12-10; 12-10; 11-5; 3-11; 5-11; 11-9)
Quartos-de-Final Singulares vs Long Ma - 0-4 (4-11; 2-11; 6-11; 7-11)
1ª Eliminatória Pares vs China (Long Ma) - 0-3 (1-3 - 6-11; 3-11; 11-5; 2-11)

Aruna foi a grande surpresa do torneio olímpico de ténis de mesa. Tanto em singulares como em equipas, foi eliminado pelos campeões olímpicos e, após não ter conseguido vencer um set ao campeão olímpico de singulares, conseguiu-o no jogo disputado na prova por equipas, algo que nem o medalhado de prata conseguiu. Prova da grande prestação nos Jogos Olímpicos foi a subida do 40º para o 25º no ranking mundial.

 

Bode Adiodun - Ténis de Mesa

1ª Eliminatória Pares (com Segun Toriola) vs China (Zhang Jike e Xu Xin)) - 0-3 (0-3 - 5-11; 6-11; 5-11)

Abiodun entrou apenas na prova por equipas e alinhou apenas no jogo de pares, perdido por 3-0, frente aos campeões olímpicos.

 

Jessica Inchude - Atletismo (lançamento do peso)

36ª (última) - 15.15m

Com apenas 20 anos, Jessica estreou-se nos Jogos e acusou a pressão do evento. Esteve abaixo daquilo que fez em todo o ano de 2016, onde as suas melhores marcas ultrapassam em quase um metro aquela que conseguiu fazer no Rio. Podia ter sido melhor, mas a guineense é muito jovem e voltará mais experiente em Tóquio.

 

João Vieira - Atletismo (Marcha)

20Km - 31º - 1.23'03''
50Km - Desistiu

Na sua 5ª participação em Jogos Olímpicos e com 40 anos, João Vieira apresenta ainda um nível interessante. Fez uma marca dentro daquelas que lhe são hoje habituais nos 20km marcha e teve uma prestação dentro do esperado. Nos 50km marcha acabou por desistir e talvez devesse ter apostado apenas numa das duas vertentes da marcha.

 

Lorene Bazolo - Atletismo (100m e 200m)

Elim. 100m (11.43s)
Elim. 200m (23.01s) Recorde Pessoal

Boa prestação de Lorene Bazolo, na sua primeira participação enquanto portuguesa. A atleta do Sporting havia participado em 2012, mas apenas nos 100m, onde fez meio segundo a mais do que a marca que apresentou este ano nas Olimpíadas. Com o recorde nacional dos 100m batido há dois meses, melhorou a sua marca pessoal nos 200m e aproximou-se do recorde nacional português.

 

Patrícia Mamona - Atletismo (Triplo Salto)

Elim. 9º (14.18m)
Final 6º (14.65m) Recorde Nacional

Patrícia Mamona era uma das maiores esperanças nas medalhas. Precisava, para isso, de se superar. Fê-lo, bateu novamente o recorde nacional, mas o nível da final foi muito elevado. Foi 6ª, a apenas 9 centímetros da medalhada de bronze e pode orgulhar-se disso, tendo a certeza que orgulhou os Sportinguistas.

 

Sviatlana Kudzelich - Atletismo (3000m obstáculos)

Elim. 22º (9'32.93'')

A bielorussa tem mantido um nível constante ao longo dos últimos 4 anos. Esteve nos Jogos de Londres, onde foi 34ª com uma marca meio minuto acima da que realizou este ano. Melhorou a marca com que venceu os 3000m obstáculos na Taça dos Campeões Europeus e julgo que fez uma prova dentro das expectativas, tendo ficado a apenas 5 segundos do seu recorde pessoal que já vem desde 2014.

 

Cátia Azevedo - Atletismo (400m)

Elim. 31º (52.38'')

Com apenas 22 anos, Cátia fez a sua estreia nos jogos, apenas dois meses após se qualificar com uma nova marca nacional da distância. Ficou a menos de um segundo do seu recorde nacional e acho que foi uma boa estreia para ganhar experiência e voltar mais forte daqui a 4 anos.

 

Sara Moreira - Atletismo (Maratona)

Desistiu

Sara foi uma das maiores desilusões da comitiva leonina no Rio. Nem tanto pelo resultado mas por ter marcado presença sem estar em condições de sequer terminar a prova. Percebo que um atleta se ache sempre em condições mas era praticamente impossível debelar uma lesão como a que a Sara apresentava em tão pouco tempo.

 

Jéssica Augusto - Atletismo (Maratona)

Desistiu

A Jéssica terá sentido a falta da Sara visto que, certamente, teriam até uma estratégia conjunta. No entanto, é sempre uma desilusão não ver o esforço levado, pelo menos, até ao ponto de terminar a prova.

 

Vera Barbosa - Atletismo (400m barreiras)

Elim. 32º (57.28'')

Uma lesão recente impossibilitou Vera de se apresentar ao mais alto nível. Foi à justa que conseguiu apresentar-se em maio na Taça dos Campeões Europeus de Clubes e é até injusto comparar com os tempos do passado.

 

Sharolyn Scott - Atletismo (400m berreiras)

Elim. 39º (58.27'')

A costa-riquenha tem uma carreira pautada pela irregularidade. Já correu a distância em pouco mais de 16 segundos, mas o tempo apresentado no Rio está dentro das marcas de 2016.

 

Marta Onofre - Atletismo (Salto com Vara)

Elim. 24º (4.30m)

Em estreia nos Jogos Olímpicos, a nova recordista nacional ficou longe do seu recorde pessoal. Seria realista ultrapassar pelo menos mais uma fasquia mas pode ter-se deixado afectar pela emoção de estar no maior evento desportivo do Mundo. Com 25 anos, não foi certamente a sua última presença nos Jogos.

 

Maria Leonor Tavares - Atletismo (Salto com Vara)

Elim. 29º (4.15m)

Maria Leonor Tavares partiu para os jogos com o objectivo de recuperar o seu recorde nacional, retirado pela colega de equipa mas desiludiu. Ficou uma fasquia abaixo de Marta Onofre e podia ter feito melhor, visto que já este ano saltou 4.50m e estava na sua segunda participação olímpica.

 

Diogo Abreu - Ginástica (Trampolim)

Qual. 16º (55.855p)

Apesar de todas as condicionantes de uma estreia olímpica, Diogo Abreu tinha claras hipóteses de estar na final da competição. Tal não foi possível por ter falhado completamente no segundo elemento da segunda ronda. O 16º lugar na competição de trampolins não reflecte o seu valor nem faz juz ao seu 8º posto na hierarquia mundial. O Diogo falhou mas merece a solidariedade de todos nós.

 

Francisca Laia - Canoagem (K1 200m)

Elim. 8º (41.368'')
1/2 final. 15º (41.573'')
Final B 8º (42.695'')
Class. Final 16º

Na sua primeira participação olímpica, Francisca não escondeu que iria para ganhar experiência. O apuramento surgiu à última da hora mas isso não a impediu de dizer que queria estar na final. Ficou-se pelas meias-finais e um honroso 16º lugar.

 

Emanuel Silva - Canoagem

K2 1000m - Elim. 4º (3'26.284'')
K2 1000m - 1/2 final. 1º (3'18.099'')
K2 1000m - Final. 4º (3'12.889'')
K4 1000m - Elim. 4º (3'01.498'')
K4 1000m - 1/2 final. 2º (2'48.233'')
K4 1000m - Final. 6º (3'07.482'')

Duas finais, um 4º lugar e um 6º devem orgulhar o canoísta do Sporting. É lógico que o objectivo (assumido) eram as medalhas mas não se pode falar em fracasso quando se esteve na luta por elas. Sobretudo no K2 (onde havia ganho a prata em Londres), nova medalha não foi possível por 3 décimos e temos de nos lembrar que, como nós queremos, outros também querem e treinam para as medalhas e ainda há a condicionante do Emanuel ter mudado de parceiro após Londres. Foi triste não chegar lá (como o comprovam as lágrimas dos nossos canoístas) mas há que ter o sentimento de dever cumprido.

 

No geral, e fazendo um balanço global, diria que foi uma prestação positiva. A maioria esteve ao seu nível habitual ou transcendeu-se e é isso que se pede nos grandes certames. Destaco apenas 4 atletas, porque o merecem. Alexis Santos, Emanuel Silva, Aruna Quadri e Patrícia Mamona conseguiram, na minha opinião, as participações com mais visibilidade e mérito mas os meus parabéns vão para todos os 31 que lá estiveram.

 

A 10ª ficará guardada para Tóquio, daqui a quatro anos.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

O que andam eles a fazer?

JUNYA TANAKA (Kashiwa Reysol) - 1987-07-15 (29 anos) - Avançado / Ponta-de-Lança

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 60M€

20/08/2016 (J-League) - KASHIWA REYSOL - Nagoya Grampus (3-1) Tanaka continua fora das opções, numa fase em que o trio de ataque do Kashiwa parece estar mais entrosado e eficaz que nunca. Ito, Cristiano e Diego marcaram um golo cada.
Resumo do Jogo

Jogos - 19

Minutos - 958

Golos - 3

Assistências - 1

Classificação - 7º na 2ª fase da J-League / Eliminados da Taça Nabisco

 * * *

SAMBINHA (New England Revolution) - 1992-09-23 (23 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 45M€

21/08/2016 (MLS) - NEW ENGLAND REVOLUTION - Columbus Crew (0-2) Sambinha ficou de fora da convocatória.
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 301

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 8º na Conferência Este da MLS / Nas meias-finais da US Open Cup

* * *

JONATHAN SILVA (Boca Juniors) - 1994-06-29 (22 anos) - Lateral Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

23/08/2016 (Taça da Argentina) - Santamarina - BOCA JUNIORS (1-2) Jonathan Silva não saiu do banco de suplentes, no jogo que serviu de ensaio geral para a 1ª jornada do campeonato argentino e carimbou a passagem difícil aos 1/8 final da Taça.
1º golo 2º golo

Jogos - 1

Minutos - 90

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - Campeonato Argentino ainda não começou / Nos 1/8 de Final da Taça da Argentina / Eliminado da Taça Libertadores

* * *

TOBIAS FIGUEIREDO (CD Nacional) - 1994-02-02 (22 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

21/08/2016 (Liga NOS) - Arouca - NACIONAL (2-0) Tobias chegou dos Jogos Olímpicos e pegou de estaca no centro da defesa do Nacional. O jogo não correu bem aos madeirenses e mesmo que alguns jornais tenham chegado ao ponto de individualizar e dar Tobias como o pior em campo, a verdade é que é fácil errar quando a bola entra constantemente na zona dos centrais. É verdade que foi batido no primeiro golo, num lance em que até costuma ser forte mas é injusto individualizar num jogo em que o colectivo falhou. Das 6 notas abaixo apresentadas, 3 são positivas e isso mostra a discrepância das análises. Tobias jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 4/10
(Record) Nota 2/5
(O Jogo) Nota 4/10
(Correio da Manhã) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(WhoScored) Nota 6.68/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 90

Golos - 0

Assistências - 1

Classificação - 16º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

FRANCISCO GERALDES (Moreirense) - 1995-04-18 (21 anos) - Médio Ofensivo / Médio Ala

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

21/07/2016 (Liga NOS) - Feirense - MOREIRENSE (0-3) Geraldes, o 8 do Moreirense, foi unanimemente considerado o melhor em campo e até figurou na equipa da semana da Gazzetta dello Sport. Recuperou a bola e entregou a Nildo, que assistiu para o primeiro golo, cobrou o canto para o 2-0 e marcou ele próprio o terceiro golo. Foi uma exibição quase perfeita, plena de qualidade técnica e inteligência, com e sem bola. Geraldes é o cérebro do Moreirense e esteve na plenitude das suas funções. Tudo o que o Moreirense fez de bom, teve início, meio ou fim no Chico e é já enorme o carinho por ele entre os Moreirenses. A entrada arriscada que usou para parar um contra-ataque, que lhe valeu o amarelo foi usada, sobretudo pelos comentadores da Sport TV, para tentar manchar a sua exibição mas, quanto a mim, embora seja um lance desnecessário, não encerra qualquer maldade ou violência, pelo que acho que o árbitro ajuizou bem. Geraldes jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 7/10
(Record) Nota 4/5
(O Jogo) Nota 7/10
(Correio da Manhã) Nota 8/10
(Gazzetta dello Sport) Nota 8/10
(MaisFutebol) Nota 5/5
(WhoScored) Nota 8.83/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 176

Golos - 1

Assistências - 1

Classificação - 5º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

RAFAEL BARBOSA (União da Madeira) - 1996-03-29 (20 anos) - Médio Ofensivo / Extremo

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 45M€

20/08/2016 (Ledman LigaPro) - Portimonense - UNIÃO DA MADEIRA (2-0) Rafael Barbosa foi pela primeira vez suplente. Aos 52 minutos e já com o resultado em 2-0, foi chamado ao jogo. A segunda parte teve um maior domínio territorial dos madeirenses, na sua grande maioria consentido o controlado pelos algarvios. Rafa não conseguiu marcar a diferença no jogo mas jogou no período mais positivo dos forasteiros.
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 225

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 13º na Ledman LigaPro / Taça de Portugal ainda não começou / Na 2ª ronda da Taça da Liga

* * *

HELDON (Rio Ave) - 1988-11-14 (27 anos) - Extremo / Avançado

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

22/07/2016 (Liga NOS) - Sp. Braga - RIO AVE (1-1) Heldon voltou a formar dupla de ataque com Gil Dias e foi mais uma vez preponderante para os vila-condenses. Nuno Capucho montou uma estratégia alicerçada numa defesa coesa e uma aposta clara no contra-ataque e, sendo a velocidade e capacidade de explorar as costas das defensivas contrárias um dos seus pontos fortes, não é de espantar que Heldon tenha sido o melhor elemento em campo. Esteve em praticamente todos os lances de perigo, assistiu da direita para o golo do Rio Ave, tentou um chapéu a Marafona e colocou sempre em sentido a defesa do Braga de José Peseiro. Saiu aos 85 minutos e a sua exibição não merecia o balde de água fria que acabaria por vir, já em período de descontos.
(MaisFutebol) Nota 4/5
(WhoScored) Nota 7.77/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 250

Golos - 0

Assistências - 2

Classificação - 14º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga / Eliminado da Liga Europa

* * *

DOMINGOS DUARTE (Belenenses) - 1995-03-10 (21 anos) - Defesa Central

Contrato (Junho 2022) Cl. Rescisão 45M€

19/07/2016 (Liga NOS) - BELENENSES - Boavista (0-0) Domingos Duarte voltou a formar dupla com Gonçalo Brandão no centro da defesa e, num jogo que acabou sem golos, fez aquilo que lhe competia. Foi sempre competente a defender e seguro no passe. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(WhoScored) Nota 6.85/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 180

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

ORIOL ROSELL (Belenenses) - 1992-07-07 (24 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

19/07/2016 (Liga NOS) - BELENENSES - Boavista (0-0) Rosell estreou-se na Liga deste ano e, surpreendentemente, fê-lo a lateral direito. Cumpriu na maior parte do tempo mas, uma desatenção comprometedora na 2º parte, só não deu golo por incompetência dos axadrezados. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(WhoScored) Nota 6.97/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 90

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

JOÃO PALHINHA (Belenenses) - 1995-07-09 (21 anos) - Médio Defensivo

Contrato (Junho 2021) Cl. Rescisão 45M€

19/07/2016 (Liga NOS) - BELENENSES - Boavista (0-0) Palhinha voltou a ser titular como médio mais recuado e teve um jogo discreto. Limpou o que tinha de limpar e foi parco em acções ofensivas. Uma actuação discreta que não deixou de ser eficaz, num jogo que deixou muito a desejar por parte de ambas as equipas. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(WhoScored) Nota 7.18/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 180

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 15º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

RYAN GAULD (Vitória FC) - 1995-12-16 (20 anos) - Médio Ofensivo

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

21/07/2016 (Liga NOS) - Benfica - VITÓRIA FC (1-1) Ryan Gauld estreou-se na ficha de jogo mas não saiu do banco de suplentes.
Resumo do Jogo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 3º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

ANDRÉ GERALDES (Vitória FC) - 1991-05-02 (25 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

14/07/2016 (Liga NOS) - VITÓRIA FC - Belenenses (2-0) Num jogo em que lhe seria pedida segurança defensiva mais do que profundidade ofensiva, Geraldes cumpriu com o plano de jogo a 100%. Titular na lateral esquerda, secou por completo Cervi, o maior desequilibrador do adversário, e ainda anulou Pizzi e Carrillo, sempre que estes se acercaram da sua zona de acção. Jogou os 90 minutos.
(A Bola) Nota 7/10
(Record) Nota 3/5
(O Jogo) Nota 6/10
(MaisFutebol) Nota 3/5
(WhoScored) Nota 6.53/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 2

Minutos - 180

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 3º na Liga NOS / Taça de Portugal ainda não começou / Ainda não participou na Taça da Liga

* * *

MIGUEL LOPES (Akhisar Belediye) - 1986-12-19 (29 anos) - Defesa Direito / Esquerdo

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 20M€

21/07/2016 (Spor Toto Super Lig) - Kayserispor - AKHISAR BELEDIYE (0-2) Titular na lateral direita, Miguel Lopes foi dos melhores em campo. Irrepreensível a defender, subiu sempre que possível no terreno. Numa recuperação de bola, galgou 50 metros com a bola controlada, tabelou com o avançado e picou a bola por cima do guarda-redes, fazendo assim o 2-0. Por falar em avançado, se não houver dinheiro para o Haller, pode ser este Rodallega. O Miguel jogou os 90 minutos no Moreirense da Turquia.
(WhoScored) Nota 8.74/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 1

Minutos - 90

Golos - 1

Assistências - 0

Classificação - 2º na Spor Toto Super Lig

* * *

CRISTIAN PONDE (Sp. Covilhã) - 1995-01-26 (21 anos) - Avançado / Ponta de Lança

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/08/2016 (Ledman LigaPro) - Olhanense - SP. COVILHà(0-0) Cristian Ponde estreou-se como titular e foi pouco solicitado. Num jogo muito pobre e com poucas oportunidades de golo, acabou por ser um jogo ingrato para o avançado leonino, que foi substituído aos 84 minutos.

Jogos - 1

Minutos - 84

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Ledman LigaPro / Taça de Portugal ainda não começou / Na 2ª fase da Taça da Liga

* * *

FILIPE CHABY (Sp. Covilhã) - 1994-01-22 (22 anos) - Médio Ofensivo / Médio Ala Direito

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

20/08/2016 (Ledman LigaPro) - Olhanense - SP. COVILHà(0-0) Chaby voltou a ser suplente utilizado mas os 9 minutos que esteve em campo para pouco ou nada deram.

Jogos - 2

Minutos - 39

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 18º na Ledman LigaPro / Taça de Portugal ainda não começou / Na 2ª fase da Taça da Liga

* * *

TEO GUTIERREZ (Rosario Central) - 1985-05-17 (31 anos) - Avançado / Ponta de Lança

Contrato (Junho 2018) Cl. Rescisão 40M€

20/08/2016 (Jogo de Preparação) - ROSARIO CENTRAL - Colón Santa Fé (1-0) Como parece ser habitual na Argentina, jogaram-se duas partidas com tempo ligeiramente inferior aos 90 minutos normais. Teo foi titular no primeiro jogo (que durou 75 minutos) e estreou-se da melhor forma, com um golo, pela sua nova equipa, onde promete ser a estrela da companhia, dado o entusiasmo que causou a sua chegada. No segundo jogo o Rosario saiu derrotado por 1-2.

* * *

HADI SACKO (Leeds United) - 1994-03-24 (22 anos) - Extremo Direito / Avançado

Contrato (Junho 2020) Cl. Rescisão 60M€

16/08/2016 (Championship) - LEEDS UNITED - Fulham (1-1) Sacko foi suplente e entrou aos 78 minutos, sem tempo para causar impacto na partida. Os adeptos pedem mais minutos para o francês e parece ter entrado no goto dos ingleses.
(YorkshireEveningPost) Nota 5/10
(WhoScored) Nota 6.05/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

20/08/2016 (Championship) - Sheffield Wed. - LEEDS UNITED (0-2) O técnico do Leeds surpreendeu ao mudar toda a linha média para a deslocação ao terreno do Sheffield de Carlos Carvalhal. Sacko foi o ala direito e dinamitou por completo a defesa do Wednesday e banalizou sobretudo o seu lateral esquerdo. Podia ter marcado ao aparecer nas costas dos centrais, ainda na primeira parte, teve sempre incursões perigosas pela direita e acabou por assistir para o primeiro golo da sua equipa. Foi aclamado por toda a imprensa local e nacional como o melhor em campo e promete ser bem sucedido no Championship.
(YorkshireEveningPost) Nota 9/10
(WhoScored) Nota 8.26/10 (Podem consultar os detalhes estatísticos AQUI)
Resumo do Jogo

Jogos - 4

Minutos - 270

Golos - 1

Assistências - 1

Classificação - 19º no Championship / Na 1ª ronda da EFL Cup

* * *

HERNÁN BARCOS (Vález Sarsfield) - 1984-04-11 (32 anos) - Ponta de Lança

Contrato (Junho 2017) Cl. Rescisão 60M€

21/08/2016 (Jogo de Preparação) - VÉLEZ SARSFIELD - Defensa y Justicia (1-1) Também no caso do Vélez se fizeram dois jogos particulares. Barcos alinhou junto dos titulares e foi muito rematador, tendo marcado o único tento da partida, de grande penalidade. Barcos saiu lesionado com uma entorse no tornozelo que pode impedí-lo de se estrear no campeonato argentino, no próximo fim-de-semana. O segundo jogo acabou com uma vitória do Vélez por 1-0.
Resumo do Jogo

* * *

SIMEON SLAVCHEV (Lechia Gdansk) - 1993-09-25 (22 anos) - Médio Centro

Contrato (Junho 2019) Cl. Rescisão 45M€

21/07/2016 (Ekstraklasa - Liga Polaca) - Jagiellonia Bialystok - LECHIA GDANSK (0-1) Chegado há uma semana, Slavchev ainda não foi opção para o técnico do novo líder da liga polaca.
Golo

Jogos - 0

Minutos - 0

Golos - 0

Assistências - 0

Classificação - 1º na Ekstraklasa

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

As indicações deixadas no Torneio Internacional de Viseu

As expectativas dos Sportinguistas para esta época das nossas modalidades são elevadas mas arrisco dizer que a modalidade onde se espera o maior upgrade é o andebol.

A manutenção do treinador (que tem tudo a provar) e o reforço da equipa com jogadores escolhidos por ele aumentam sobre Zupo a responsabilidade de obter resultados, e foi com atenção que ontem vi a final do Torneio Internacional de Viseu (ou Torneio de São Mateus), frente ao Benfica.

 

Começando pelo que mais me impressionou, terei de destacar o nosso novo guarda-redes, Matej Asanin. Arrisco dizer que o croata vem para colocar em causa o estatuto intocável de Alfredo Quintana como melhor guarda-redes da Liga Fidelidade Andebol 1.

Asanin não é só enorme, no sentido literal do termo. Parece ter características técnicas e de leitura do adversário acima da média. Ontem foram 12 defesas em apenas 30 minutos em campo. Mas não foi só a quantidade de remates parados que me impressionou. Também a sua atitude, concentração e competitividade. Em jogadores que acabaram de chegar e ainda não têm noção da dimensão de um derby, sobressaem ainda mais as suas características mais fortes. Não quero com isto parecer injusto para com Cudic, que é também um excelente guarda-redes, e garante que a nossa baliza estará sempre bem guardada.

 

Todos os reforços mostraram ontem que vêm para somar e acrescentar à equipa qualidade individual e uma competitividade e atitude competitiva superior aos que estavam. Ofensivamente, destaco Janko Božović e os nossos já conhecidos Frankis Carol e João Pinto, pois garantem que a equipa terá sempre soluções para resolver de segunda linha aquilo que não for possível resolver na cara dos guarda-redes adversários.

Nas laterais, continuamos a contar com a qualidade e regularidade de  Pedro Solha e Pedro Portela, com a irreverência do nosso Francisco Tavares e a experiência e qualidade do reforço Ivan Nikcevic.

Mas, onde me parece que ganhamos mais, é na defesa, sobretudo na atitude emprestada ás acções defensivas. Igor Žabić e Michal Kopco são verdadeiros "bichos" e prometem luta a todos os pivots da Liga ou quem quer que se intrometa nas imediações da área leonina.

Depois, Carlos Ruesga. O espanhol é claramente um líder em campo e promete ser o cérebro de toda a nossa movimentação ofensiva, relegando provavelmente Carlos Carneiro para um papel secundário mas não menos importante, até por ser o capitão de equipa escolhido por Zupo para esta época. Esta escolha não caiu bem junto da maioria dos Sportinguistas, provavelmente pelo seu passado recente no rival de Lisboa mas Carneiro é um líder, foi-o em todas as equipas por onde passou (inclusive na selecção) e tenho a certeza que estará à altura da responsabilidade.

 

Termino destacando algo muito importante: a mentalidade, confiança e determinação dos reforços que, espero, contagiem os resistentes da época passada, várias vezes afectados no passado por bloqueios mentais em fases decisivas.

 

No final, ganhámos o torneio, o que só por sim não garante nada para a época que se avizinha. No ano passado também o havíamos ganho e acabámos a época a ver os outros a festejar todos os troféus. Para já, ficam excelentes indicações para esta temporada e a certeza que teremos mais um campeonato muito competitivo, desta vez voltando ao modelo antigo, sem playoff, e com uma segunda fase disputada entre os 6 primeiros da primeira fase.

 

Nota: Peço desculpa a algum expert da modalidade que se sinta "ofendido" pela análise de alguém menos identificado sobretudo com os aspectos técnico-tácticos da modalidade.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Resumos dos jogos do fim-de-semana

Futebol (seniores): P. Ferreira 0-1 SPORTING CP

Futebol (seniores femininos): SPORTING CP 0-1 SC Huelva

Futebol (equipa B): SPORTING CP 2-4 Fafe

Futebol de Praia (Final do Campeonato Nacional): SPORTING CP 7-4 Braga

Andebol (seniores): SPORTING CP 25-22 Benfica

Sigam-me no facebook e no twitter.

Sporting é o novo campeão nacional de futebol de praia

Sporting campeão Fut Praia.png

Os golos leoninos foram apontados por Datinha (5), Rui Coimbra e Nelito foram os obreiros da reviravolta no marcador que põe cobro à hegemonia do Braga no futebol de praia e faz do Sporting o novo campeão nacional.

Deixo-vos os últimos minutos do encontro, onde com o jogo em 4-4, só deu Sporting.

 Sigam-me no facebook e no twitter.

P. Ferreira 0-1 SPORTING CP: O leão sabe lutar

Não foi uma exibição bem conseguida, frente a uma equipa que, como eu tinha previsto, nos criou algumas dificuldades. O Paços não teve uma verdadeira oportunidade de golo mas assustou-nos em vários ataques rápidos, na sua grande maioria após perdas de bolas perfeitamente evitáveis da nossa parte.

 

Cedo se percebeu que seria um jogo de luta, daqueles que se ganham na raça e na eficácia. Não foram muitas as oportunidades claras de golo e, prova disso, foi o lance de maior perigo da primeira parte, um remate de fora da área de Alan Ruiz.

Se é na garra que se tem de ganhar o jogo, não é de espantar que seja Adrien Silva a sobressair. Mesmo sendo importantíssimo, como sempre, nas acções defensivas, sobretudo pela sua capacidade de pressionar alto a primeira fase de construção do adversário, foi pelo que deu ofensivamente que Adrien marcou a diferença no jogo.

Foi sempre o coração da equipa e conseguiu, com um remate acrobático certeiro, resolver o jogo mesmo em cima do apito final para o descanso.

 

O golo surgiu na melhor altura. O mais difícil estava feito e era importantíssimo entrar bem na segunda parte, para sentenciar o jogo e evitar a perda de pontos em tão difícil terreno. Difícil pelas condicionantes na sua dimensão, pelas suas particularidades e pela qualidade do adversário sempre que joga em casa. De destacar pela positiva o excelente "tapete" apresentado no Estádio Capital do Móvel, algo que só beneficia o espectáculo e facilita a tarefa aos intervenientes. O Paços é, sem dúvida, um caso de boa gestão e correcta canalização dos recursos financeiros.

 

Passando à frente esta aparte, a segunda parte começou da forma esperada. O Sporting entrou bem, a tentar resolver o encontro, mas esse momento durou pouco mais de cinco minutos. Daí para a frente parecemos sempre intranquilos, com imensas perdas de bola e pouca clarividência no ataque. Para isso, em muito contribuiu, a inconstância das nossas alas, sobretudo a esquerda, que continua a não funcionar com a fiabilidade da direita.

 

O resultado acabou por não se alterar, não sem que tenhamos de passar por alguns calafrios, na maior parte das vezes resolvidos pela nossa dupla de bombeiros, Seba e Rúben.

Mais uma vez, foram os centrais os que mantiveram um rendimento mais elevado e constante, liderados pelo Capitão Adrien e Gelson Martins.

Curiosamente, as estatísticas voltam a confirmar as minhas escolhas pela positiva:

WhoScored PF-SCP.png

Podem confirmar AQUI as estatísticas WhoScored detalhadas, e deixo-vos alguns dados relevantes do homem do jogo: Adrien Silva.

WhoScored PF-SCP MTOM.png

Sigam-me no facebook e no twitter.

Hoje joga o Sporting

Tarde em cheio que terá Sportinguistas espalhados desde Setúbal, passando pela Academia, com paragem em Viseu, antes de acabar em Paços de Ferreira (consulta a agenda completa AQUI).

Tudo isto com a quase certeza que Joel Campbell será reforço, por empréstimo do Arsenal.

Lógico que, para ser um bom dia, tem sobretudo que começar e terminar em beleza, com uma vitória que garanta a final no futebol de praia e outra que nos mantenha na frente da Liga NOS, com três pontos conquistados na Capital do Móvel.

 

Começando pelo areal, o Sporting defrontará uma equipa que já por duas vezes nos venceu este ano. A Casa do Benfica de Loures foi 2ª classificada na fase regular (nós ficámos em 3º) e dificultará certamente a nossa tarefa rumo a uma terceira final consecutiva, sem que nunca tenhamos conquistado o título. O Braga, tri-campeão nacional é o principal favorito mas nós já nos reforçámos com o guarda-redes espanhol, Dona (campeão no ano passado pelos bracarenses) e os internacionais brasileiros Bruno Xavier, Datinha, Nelito, Catarino e Rodrigo. Uma aposta forte que pretende juntar mais um título nacional ao nosso palmarés.

 

Segue-se a recepção ao Fafe, na nossa Academia, por parte da equipa B. Os fafenses subiram este ano aos campeonatos profissionais  e empataram ambos os jogos já disputados (com Braga B e Freamunde). Com um conjunto inexperiente neste patamar, o Fafe poderá surpreender, devido ao maior desconhecimento dos seus jogadores, onde se destaca o avançado Alan Júnior, o melhor marcador da equipa.

 

Em Viseu, a equipa sénior de andebol disputa com o Porto o acesso à final de um dos mais prestigiantes torneios nacionais. Será um teste sério à capacidade da equipa e uma boa forma de estudar um adversário directo na luta pelo campeonato nacional. Veremos se os comandados de Zupo fazem algo raro nos últimos anos: vencer o Porto.

 

Termina o dia com o prato mais apetecido. Em Paços de Ferreira, a nossa equipa sénior de futebol defronta os "castores", depois de uma vitória segura em casa, diante do Marítimo. O Paços vem de um empate em Moreira de Cónegos, onde alternou bons momentos com períodos de indecisão. A "Mata Real" promete ser terreno difícil, com uma equipa diferente do ano passado mas, ainda assim, com alguns bons valores no seu plantel. A mudança de treinador poderá levar a que tenhamos, aliada à nossa qualidade, a vantagem da mais adiantada assimilação de processos.

Ninguém pensa noutro resultado que não a vitória e ninguém pensa em amuos ou rumores de mercado. Só os três pontos interessam. Depois sim, teremos mais uma semana para nos entretermos com o entra-sai de João Mário e os rumores de entradas e saídas no plantel. Enquanto isso, é ir ganhado e esperar que o 31 chegue rápido.

Desta vez não estarei no "Capital do Móvel", que certamente estará à pinha de leões determinados a ajudar a averbar mais 3 pontos. A Onda Verde continua forte, pronta a inundar cada estádio deste país e sedenta do maior título nacional.

 

Vamos lá ter um sábado em grande. SPOOOOOOOOOOOOORTING!

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Leonina

Agenda 1.png

Agenda 2.png

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Olímpica Leonina

Rio 2016 20.png

Esta será a única prova de hoje para os atletas portugueses presentes no Rio e a última hipótese de para um atleta do Sporting trazer a décima medalha verde-e-branca em Jogos Olímpicos.

Espero que o protagonismo que este K4 gozará no dia de hoje se estenda por amanhã e pelos próximos dias. Seria bom sinal.

Força, Emanuel e força para o João, o Fernando e o David. Ajudem-se, dêem o máximo e sejam felizes. A canoagem de Portugal merece uma medalha.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Olímpica Leonina

Rio 2016 19.png

Na canoagem, o K4 1000m será constituído, para além de Emanuel Silva, por João Ribeiro, Fernando Pimenta e David Fernandes.

 

Para além dos nossos leões e leoas olímpicos(as), entram ainda em acção os seguintes atletas portugueses:

 

ATLETISMO (50Km Marcha), às 12:00h, em directo na SPORT TV 1 e RTP 2.

MIGUEL CARVALHO e PEDRO ISIDRO

 

HIPISMO (Saltos de Obstáculos), às 14:00h  na SPORT TV 3 e RTP 2 e às 17:30h, em directo na SPORT TV 5 e RTP 1.

LUCIANA DINIZ

 

ATLETISMO (20Km Marcha), às 18:30h, em directo na SPORT TV 1 e RTP 1.

ANA CABECINHA, DANIELA CARDOSO e INÊS HENRIQUES

 

A RTP fará a cobertura em sinal aberto da competição mas não detalha as transmissões, daí eu dar preferência às transmissões da SPORT TV. Vão espreitando na RTP nos horários em que entram em acção os portugueses, pois costumam dar prioridade às transmissões dos 'nossos'.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

A carta de Ian Westbrook

Carta de Ian Westbrook.png

Um retrato fiel do ambiente do José Alvalade e uma sugestão, quanto a mim pertinente, sobretudo no momento dos últimos anos em que os adeptos mais pagam pelo seu lugar, seja ele anual ou jogo a jogo.

Se a memória não me falha, o programa do jogo já foi distribuído no passado. Não terá grande utilidade ou suscitará grande curiosidade ao adepto de todos os dias em Alvalade mas, nas bilheteiras, para quem compra um bilhete único para o jogo, o programa de jogo acaba por ser uma espécie de guia, mais ainda nos casos como o do Ian.

Uma situação a ponderar pelos nossos responsáveis, num momento em que o nosso Clube está numa fase de reafirmação e suscita também o interesse do adepto de futebol, não sendo necessariamente do Sporting.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Agenda Olímpica Leonina

 

Rio 2016 18.png

Para além dos nossos leões e leoas olímpicos(as), entram ainda em acção os seguintes atletas portugueses:

 

CANOAGEM (C1 200m - Final B), às 13:08h, em directo na SPORT TV 2 e RTP 2.

HÉLDER SILVA

 

ATLETISMO (Lançamento do Peso - Qual.), às 13:55h, em directo na SPORT TV 1 e RTP 2. Caso passe à final, o atleta português entrará novamente em acção às 00:30h do dia 19, em directo na SPORT TV 1 e RTP 1.

TSANKO ARNAUDOV

 

CANOAGEM (K1 500m - Final B), às 13:56h e, em directo na SPORT TV 2 e RTP 2.

TERESA PORTELA

 

TRIATLO (Final), às 15:00h, com transmissão em directo na SPORT TV 5 e RTP 1.

JOÃO PEREIRA, JOÃO SILVA e MIGUEL ARRAIOLOS

 

A RTP fará a cobertura em sinal aberto da competição mas não detalha as transmissões, daí eu dar preferência às transmissões da SPORT TV. Vão espreitando na RTP nos horários em que entram em acção os portugueses, pois costumam dar prioridade às transmissões dos 'nossos'.

 

Sigam-me no facebook e no twitter.

Mais sobre mim

imagem de perfil

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D